Qual é a sua Previdência?

Como planejador financeiro, nós temos uma preocupação constante e trabalhamos sempre para atender todos os aspectos da vida financeira dos nossos clientes. Assim, gostaríamos de abordar nesta edição o tema “Previdência Privada”.

 

Há diversas finalidades para esse tipo de investimento, podemos destacar: manter o padrão de vida na aposentadoria, benefício fiscal com a dedução do imposto de renda, poupar com disciplina ou ainda deixar um patrimônio para sua família, por exemplo.

 

Seja qual for o planejamento, dois principais fatores devem ser considerados na contratação do produto. Primeiro, os custos para manter o plano, muitas instituições cobram altas taxas de carregamento¹ e de administração², comprometendo a rentabilidade da aplicação, por outro lado, há também, instituições que não cobram o carregamento na entrada e, ainda, contam com taxas de administração bastante baixas. O segundo ponto a ser considerado é a qualidade da gestão, dependendo o que o gestor faça com o patrimônio do fundo, este renderá mais ou menos do que o seu respectivo benchmark³.

 

Hoje a XP é a única plataforma de contratação e portabilidade 100% online da indústria, onde você pode contar com inúmeros fundos de diversas gestoras e uma equipe exclusiva para selecionar as melhores estratégias disponíveis.

 

Dito isto, perguntamos: você já comparou a sua atual previdência com as demais do mercado?

 

Apenas para dar exemplos, dentre as que temos hoje disponíveis na plataforma XP, você pode ter um fundo de previdência gerido por um dos mais conhecidos gestores de fundos do mundo, Luis Stuhlberger, que conta com rentabilidade acima de 109% do CDI desde seu início, ou um gerido pela XP Gestão, que já ultrapassa 130% do CDI em 2016.

 

Você pode fazer a portabilidade, mantendo as características do seu plano e sem arcar com custos de um resgate, para os melhores fundos do mercado!

grafico prev

Quer uma análise da sua previdência? Mande-nos um e-mail (center@centerinvestimentos.com.br) com o CNPJ do seu fundo, facilmente localizado em um extrato do plano, que mostraremos como potencializar o retorno dessa estratégia de investimento.

 

¹Taxa administrativa de operação, referente às despesas do plano. Cobrança de um determinado percentual sobre o valor dos depósitos de acordo com o critério estabelecido no regulamento do plano.

²Taxa anual cobrada sobre o capital total, incluindo os rendimentos, para custear as despesas com o gerenciamento de fundos, a comercialização e a operação dos planos.

³O benchmark é um índice ou indicador de desempenho que serve como parâmetro de comparação para os fundos e outros investimentos. Em geral, o objetivo dos investimentos é superar o seu benchmark. Como exemplo, um fundo de renda fixa que possua o CDI como o seu benchmark, buscará ter sua rentabilidade igual ou superior a essa referência.

Quer Investir melhor?

Falta pouco para você começar a investir, faça seu cadastro em apenas 2 minutos